Ruan Yan viveu os três meses de estágio em todas as formas de tormento, estresse e desafios. O estranho era que depois de passar por tudo aquilo, ele sentia que tinha se acostumado. Recentemente, ele estava sendo repreendido menos, o trabalho estava indo mais tranquilo e sua habilidade de julgar e resolver problemas havia melhorado muito também.

Pensando bem, ele nem estava sendo reprovado tanto pelo maior, era só que sua personalidade era um pouquinho chata e facilmente irritável.

Com esse pensamento em mente, a raiva de Ruan Yan não era mais tão ardente.

Sexta-feira à noite, Li Han tinha que ir para atividades sociais, porém ele tinha mandado seu motorista resolvendo tarefas. Levando em conta que teria que beber nesta noite, Li Han levou Ruan Yan para levar ele ao hotel.

Ruan Yan ficou perplexo, “Presidente Li, isso não é parte de meu trabalho, certo? E mais, não estaria se degradando andando no meu velho carro usado?”

Li Han não se importou, “Eu vou te pagar pelas horas extras e pela gasolina. Você só precisa se preocupar em dirigir e não sobre degradar a minha imagem. Eu ganho crédito pelo meu rosto e não com o carro que eu uso.”

“Okay então.” Ruan Yan aceitou feliz o trabalho depois de pegar o dinheiro pelas horas à mais e pela gasolina.

Assim que o carro ligou, antes mesmo de sair do estacionamento, os dois sentiram um solavanco não muito natural. O coração de Ruan Yan não bateu por um tempo, então ele saiu do carro para dar uma olhada e, como esperado, a roda esquerda da frente foi perfurada por um prego.

Li Han também saiu do carro, “Tsk, porque um prego apareceu no meio do nada?!”

Perplexo, Ruan Yan perguntou, “O que a gente faz agora?”

“Como assim o que a gente faz? A gente troca o pneu. Você tem um estepe?”

“Oh, é, sim, eu tenho.” Ruan Yan abriu o porta-malas e logo ficou completamente desconcertado, “Mas eu não sei como mudar.”

Li Han, “…”

Ruan Yan sugeriu, “Presidente, por que você não liga para seu motorista?”

Li Han tirou seu blazer e levantou a manga de sua camisa. “Você não sabe fazer nada, seu lixo inútil!”, ele dizia enquanto tirava o estepe de traz do carro, “Sai da frente, você está no caminho.” 

“Ah.”

E então Ruan Yan apenas ficou de lado com os braços cruzados enquanto assistia seu próprio chefe trocando o pneu de seu carro usado.

Claramente era uma situação estranha e diferente, mas mesmo assim, por alguma razão misteriosa, ele voltou a sentir, bem pouquinho… ‘Mary Sue’.

Li Han estava encharcado de suor depois de trocar o pneu, suas roupas estavam sujas também. Ele comprou um novo par de roupas para se trocar no shopping do caminho e então correram para o hotel. Li Han chegou mais de 10 minutos de atraso, felizmente as pessoas do evento não eram estranhos e então não teve nenhuma influência negativa.

As negociações do dia foram um sucesso, e o preço do sucesso foi que Li Han havia bebido álcool demais.

Ruan Yan estava fazendo seu papel de secretário e ia dirigir, então não poderia beber. Ele não conseguia não olhar para a pele de Li Han que ia de vermelha para pálida. Nesse momento, ele entendeu que ser o presidente não era fácil.

No caminho de volta para a casa de Li Han, Ruan Yan continuou olhando para ele pelo retrovisor. Além do mais, ele estava em seu carro e poderia a qualquer momento perder o controle e vomitar.

Li Han encostou-se ao banco de trás com os olhos fechados e as sobrancelhas unidas, sua aparência estava muito ruim, parecia que estava se sentindo muito mal.

Vendo sua mão pressionando seu estômago, Ruan Yan perguntou um pouco nervoso, “Você quer vomitar?”

Li Han abriu seus olhos de leve e então disse algo compreensível, “Eu nem comi muito, não tem nada para vomitar.”

“Oh.” Ruan Yan soltou um suspiro de alívio antes de olhar para o retrovisor de novo, “Seu estômago está desconfortável? Eu ouvi que é ruim se você beber álcool de estômago vazio e…”

“SINAL VERMELHO! Você é cego!? Dirige direito e pare com essa sua besteira!”

“…”

Sua boa vontade foi confundida por más intenções! Ruan Yan pressionou os freios e revirou os olhos. Se ele o reprovasse de novo se tornaria seu neto1.

Depois de chegar em segurança ao prédio, Ruan Yan quis sair o mais rápido possível assim que o presidente saiu do carro. Porém, ao ver a situação de Li Han, ele hesitou.

Depois de uma batalha mental, ele se lembrou de quando Li Han trocou a roda de seu carro naquela mesma noite.

Se era para ele ser seu neto, ele seria! Bom, ele não poderia ser o tio2 de qualquer maneira.

Ruan Yan deu o suporte necessário para ele chegar em casa, colocou um copo de água quente e então foi em busca de algum medicamento de estômago. Vendo sua aparência pálida e nada boa, Ruan Yan voltou para a cozinha e então encontrou um saco de bolinhos congelados. Ele os cozinhou, misturou com o molho e colocou o prato em frente de Li Han.

Mesmo que fosse um prato de bolinhos congelados que não precisava de habilidade nenhuma para fazer, ainda era uma comida quente e reconfortante. Tendo se recuperado um pouco no sofá, Li Han não se segurou e devorou os bolinhos como um lobo faminto.

Li Han suspirou, “Pelo visto você ainda tem algum uso, até sabe cozinhar.”

Tirando vantagem de ser o benfeitor da vez, Ruan Yan usou dessa oportunidade para extravasar um pouco, fingiu estar surpreso e exclamou: “Nunca imaginei que a exigência do Presidente Li para a cozinha seria tão baixa.”

“Por que, minhas exigências com as outras coisas são altas?”

“Haha, elas são okay.”

Li Han ignorou seu comentário e então se inclinou de forma confortável no sofá. Esticou seus braços como se estivesse prendendo Ruan Yan em seu território, “A casa que você aluga é bem longe da empresa né? O lugar em frente ao meu está para alugar, porque não se muda para lá? O transporte é conveniente e você terá mais tempo para trabalhar também. Eu posso cuidar de você também.”

Ruan Yan deu uma olhada pela sua casa antes de olhar para o presidente como se fosse um retardado e dizer, “Presidente Li, você acha que o salário que você me paga é o suficiente para pagar um aluguel aqui?”

Li Han então perguntou, “E não é?”

“… Adivinha?” Ruan Yan riu. “E você tem certeza que é para cuidar de mim e não para abusar?”

“Okay então, faça o que preferir.” Li Han não forçou ele.

Provavelmente por ser acostumado em se escravizar, Ruan Yan lavou a louça e os hachis como um idiota. Quando voltou, encontrou Li Han dormindo no sofá.

Pegou uma coberta fina e colocou nele antes de apagar as luzes e ir embora.


TN

[1] Significa literalmente neto. Em chinês, também é uma gíria sobre ser subordinado. Ser uma pessoa que recebe ordens e tem o ranking mais baixo.

[2] Significa literalmente tio. Em chinês, também é uma pessoa de posição mais alta ou o valentão arrogante.