Depois que as tentativas de Yan Fei de regular a respiração subaquática falharam, ele pensou que deveria voltar logo para a superfície, mas talvez ele estivesse cansado demais e houvesse muitas coisas afetando seu humor hoje … Yan Fei não conseguia determinar qual era o motivo para aquilo, mas de qualquer forma, ele estava se afogando na piscina.

Ironicamente, ele tinha se inscrevido em uma aula para iniciantes e o treinador estava ao seu lado, mas mesmo assim ele estava se afogando.

Quando a água da piscina e o teto começaram a se tornar turvos na visão de Yan Fei, ele descobriu que tinha tempo para refletir sobre o que tinha acontecido naquela manhã, inclusive sobre como ele estava falando aos executivos da empresa que ele mesmo queria se desculpar com um cliente e como saiu com raiva da reunião. Quando ele tentou se acalmar no banheiro, ele recebeu uma ligação de Jimmy, perguntando se ele não queria que comecem juntos mais tarde … agora que ele estava pensando nisso, teria sido bem melhor se ele tivesse aceitado o convite.

Mais e mais água estava entrando pela boca e nariz de Yan Fei, deixando seus pulmões incapazes de respirar ar fresco e começarem a entrar em colapso. Suas mãos, que antes lutavam para levá-lo para cima, perderam suas forças. O último pensamento que veio a sua mente foi que ele esqueceu de pedir a Jacky para comprar um presente de compensação. O chefe da outra companhia amava um rolo de leite cru muito famoso e só comia o com sabor de leite.

De repente um brilho estranho atingiu seus olhos e ele não soube dizer se aquilo era real ou um reflexo da luz na água. Seu pulso foi segurado com força e ele gradualmente começou a ver um rosto, que estava diretamente tocando seu rosto. Era um rosto jovem. Suas sobrancelhas enrugadas e seu olhar revelavam o quanto ele estava preocupado com Yan Fei. Mesmo debaixo da água, o rosto da outra pessoa estava tão claro e definido que não parecia distorcido.

O jovem agarrou um de seus braços e depois ficou ao seu lado para passar seu outro braço pelos seus ombros. Yan Fei continuava a olhar para ele. O gesto do menino de apontar o dedo para cima foi como assistir um filme maravilhoso gravado debaixo da água. Ele era como uma criança assistindo um filme pela primeira vez. Na verdade ele estava bem com aquela situação, ele realmente não tinha mais energia e ele tinha esquecido qualquer outro sentimento que não fosse o de admiração.

*Cof-cof, cof-cof* Yan Fei tossiu.

– Encoste na parede …

Yan Fei ouviu o jovem pedir a ele ao mesmo tempo em que sentiu uma pressão em seu corpo. Como ele se sentia fraco, ele apenas seguiu o impulso e a água que fluía até a beira da piscina. Depois de quase se afogar, sua visão estava embaçada, então ele fechou os olhos para cuspir e tossir a água.

– Você está bem? – O Jovem voltou a perguntar a Yan Fei, que instintivamente quis dizer “Estou bem“, mas sua garganta estava queimando* neste momento. Ele apenas assentiu gentilmente e contou com o tempo necessário para que o desconforto causado pelo afogamento desaparecesse lentamente. Um “hu” ecoou em seu ouvido e o toque quente do jovem desapareceu. De repente Yan Fei não conseguiu dizer se ele estava tremendo pelo frio ou pela ausência do jovem.

(* Sabe quando nos afogamos e parece que nossa garganta, naquela parte que divide pulmão e esofago, está queimando, irriato e ardendo? Foi essa sensação, não que vocês não tenham entendido, só ia dizer que não encontrei uma palavra melhor que “queimando” para expressar isso.)

– Você … se afogou?

– Não …

Yan Fei estava surpreso.

Seus ouvidos ainda não tinham se recuperado completamente do afogamento e entrada de água nelas, por isso ele não conseguiu ouvir direito a conversa, mas ele tentou ouvir atentamente mais de três vezes o que era dito. Através de uma linha de visão obscura, ele descobriu que o Jovem não estava mais ao seu lado, mas sim na frente do treinador. Os dois estavam agitando as mãos com entusiasmo e pareciam estar discutindo. As duas meninas na beira da piscina estavam rindo com a cena. Yan Fei nem precisou pensar muito para perceber o que estava acontecendo.

Aquela era realmente uma aula de natação barulhenta.

– … você é o treinador … como pode deixar um aluno se afogar?!

O som do Jovem discutindo veio de longe. Yan Fei cobriu a boca e esperou a dor de cabeça e a náusea diminuir, então se levantou e foi até o vestiário, deixando para trás um som de discordância.

***

Haiqing não foi ao banheiro primeiro, ele passou daquele lugar e foi direto para a máquina que vendia lanches na frente do vestiário, então comprou uma água. Depois que ele abriu a garrafa, ele levantou a cabeça e bebeu. Com meia garrafa de água no estômago, suas emoções começaram a se acalmar.

Aquela não tinha sido a primeira vez que ele tinha perdido a paciência.

Hoje mesmo ele tinha discutido com o pai e saído de casa às pressas. Sua casa era um lugar cheio de tensão, mas ele tinha que viver lá mesmo assim.

Haiqing pegou o celular e viu as fotos que tinha tirado em segredo um momento atrás. Mesmo agora ele ainda não sabia o nome daquele homem. Ele ainda sentia o calor do corpo do outro em suas mãos e isso o enchia de emoções, mas cada vez mais a sensação do aperto e soltar das mãos do outro estavam sumindo de sua cabeça.

Ele passou aquelas fotos e finalmente olhou as que tinha de seu avô. Em uma foto o seu avô estava de frente para a TV em uma tarde, se levantando de uma cadeira de balanço com as mãos para cima, feliz pelo time vencedor. Ele parecia uma criança, valorizando as coisas simples que ele gostava.

Haiqing pressionou suavemente o local em que seu pai havia lhe batido mais cedo e percebeu que não estava mais doendo.

– Vou voltar agora … – Suspirou, então terminou a água e jogou a garrafa vazia no lixo. Os zeladores daqui pareciam ser do tipo preguiçosos, porque a lixeira já estava muito cheia, mas ninguém tinha vindo a esvaziar.

Enquanto estava indo para o vestiário, ele pensou se na volta para casa ele deveria dar um pulo na lanchonete que seu pai e avô gostavam de comer e comprar algo para eles. Quando entrou no vestiário ele viu o homem que tinha se afogado um momento atrás arrumando o cabelo na frente do espelho e não conseguiu não ficar bobo por um momento.

A camisa dele lhe caia perfeita como uma luva, complementando perfeitamente sua beleza. Haiqing podia ver seus braços e ombros largos do lado de fora das mangas, uma das mãos dele segurava um secador, enquanto a outra arrumava o seu cabelo. Em seu peitoral, quatro de seus botões estavam abertos e isso lhe era muito mais atraente do que o ver sem roupa. Quando ele percebeu que tinha o imaginando assim a partir de suas observações ele não pode deixar de ter medo, então desviou o olhar e seguiu para o chuveiro mais próximo.

O homem estava olhando para ele pelo espelho desde que ele entrou. Ele estava silencioso e cauteloso. Ele era como uma águia, ou um falcão que tinha trancado sua presa e estava esperando a hora de agir.

Os olhos dele podiam queimar uma pessoa. Haiqing conseguia sentir os olhos do homem o seguindo com uma intenção selvagem. A sensação de calor em sua pele era muito real, em seu rosto, lábios, queixo, pescoço, peito, cintura e finalmente de volta aos seus olhos. Enquanto ele estava sendo observado, Su Haiqing pensou que ele queria lhe dizer algo, talvez “Obrigado” ou “ Hei, como você se chama?”, mas o homem arruinou sua imaginação, pois só o observou em silêncio enquanto ele caminhava para o chuveiro.

As coisas que ele pensou em sua cabeça acabaram se tornando apenas suspiros em sua boca.

– Ahh …

Ele subitamente se sentiu relaxado. Haiqing nem mesmo sabia se realmente queria começar uma conversa e também não sabia porque se sentiu aliviado. Ele acariciou os lábios com o dedo, primeiro lentamente, depois dando leves batidas, e então, logo em seguida, ouviu uma voz suave em suas costas.

– Hei.

Há vezes em que não precisamos ver para saber e esse era o caso naquele momento, pois mesmo sem se virar Haiqing sabia quem estava atrás dele. Quando o homem falou, sua respiração acariciou o pescoço de Haiqing, fazendo cócegas.

De repente, os ombros de Haiqing foram agarrados com força, e antes que pudesse reagir ele foi forçado a se virar. Eles se olharam nos olhos e por um momento pareceu que uma corrente de energia fluía entre eles. Isso fez seu corpo tremer. Era tarde demais para ele emitir um som e nem mesmo conseguiu suspirar, pois sua boca já tinha sido tomada. Seu lábio superior já estava sendo mordiscado com fervor quando ele percebeu que estava sendo beijado.

– Ng, um … – Haiqing instintivamente encolheu os ombros. Ele sentiu a mão do outro deslizar ao longo de seu braço, cintura e então nádegas. Seu calção de banho obviamente não tinham nenhuma habilidade de barreira. O homem acariciava diretamente metade de suas nádegas, o que fez Haiqing, que não tinha nenhum contato íntimo com outras pessoas há muito tempo, ficar com as pernas bambas.

– Não é bom fazermos isso assim … – O homem parecia certo daquilo, revelando uma expressão satisfeita.

O homem gentilmente empurrou Haiqing contra a parede para que ele pudesse se apoiar um pouco. Haiqing ficou surpreso com um toque duro nas parte inferior de suas costas, mas ele estava sendo constantemente acariciado e beijado, de modo que seu corpo tinha ficado completamente incapaz de agir de acordo com suas vontades. Quando a água começou a cair neles ele percebeu que na verdade ele tinha ido de encontro ao registro do chuveiro e que com apenas um toque ele tinha o aberto. – Oh meu Deus, o quão velho é essa coisa? Apenas um toque e já está aberto!

A água começou a molhar a camisa azul marinho do homem e uma marca escura e molhada começou a se espalhar pelo tecido. A camisa grudou na pele do homem, revelando seu contorno. Isso deixou Haiqing impotente, mas o agarrou com firmeza mesmo assim, o que aos olhos do outro era um inegável convite agradável.

Os lábios deles se separavam brevemente antes de voltarem a se juntar e era quase como se eles estivessem com medo de se separar e perder o calor um do outro. O homem levou ambas as mãos para as costas de Haiqing e enquanto uma delas continuava a devastar seu calção de banho e sua cintura, provavelmente a enchendo com marcas de dedos, a outra mão desligou o chuveiro. As marcas escuras da camisa complementavam o vapor ao redor deles e as rugas que apareceram ali após ele o puxar fizeram aquela cor ganhar um significado puramente luxurioso.

A ponta de suas línguas se tocou e a amargura da piscina aumentou o desejo sexual dos dois. No começo Haiqing só se atreveu a segurar e puxar a camisa do homem, mas agora que sua língua estava sendo sugada ele até mesmo mordiscou e abriu mais a boca, invadindo e explorando a boca do outro. As sensações de seus corpos gradualmente ultrapassou a sensatez de suas cabeças. Até mesmo suas mãos, que agarravam um ao outro,  expressavam seu desejo. Dar prazer um ao outro. Dessa forma, quando as pontas dos dedos de Haiqing não puderam parar de acariciar o lóbulo da orelha do outro, o homem soltou um gemido baixo que entorpeceu toda a coluna de Haiqing de uma forma extremamente agradável.

Suas mãos, que estavam por baixo da roupa do outro, pareciam não ter se expressado ainda quando ele subitamente percebeu que, apesar de agradável, ele não tinha certeza sobre o caminho que eles estavam tomando. Aquilo era agradável, mas ele não suportava o tremor de seu corpo, só que ao mesmo tempo ele não estava se esforçava para mostrar sua inquietação por estar sendo pressionado e beijado contra a parede por uma pessoa cujo o nome ele nem sabia.

– Ahh … hah … ah … – Ele tremeu e ofegou como um filhote.

– Obrigado por me ajudar agora há pouco. – O homem enterrou o rosto no pescoço de Haiqing. Os lábios e a pele dos dois parecia pegar fogo sempre que eles se beijavam.

Ele gentilmente encolheu os ombros e abafou um gemido mordendo firmemente o lábio, o que parecia um claro indício do seu desejo por mais.

Parecia que o homem finalmente tinha se conectado com a profundidade de sua voz. Talvez até mesmo ele tenha perdido a racionalidade quando gentilmente o provocou chupando o lóbulo de sua orelha.

– Como você se chama? Me diga. – Sua voz rouca ecoou em seu ouvido, o deixando devastado. Haiqing pensou que até mesmo a pronúncia daquela sentença dita naquele tom era para o deixar mais tímido.

– Su Haiqing … Ng … – Parecia que ele estava fazendo uma das coisas mais adolescentes de sua vida e que qualquer coisa sobre sexo, amor e intimidade o deixavam extremamente sensível. Haiqing levantou o rosto e quando olhou o homem, percebeu que ele estava corado. Os beijos e toques agora há pouco não tinham deixado apenas ele com calor e a percepção disso o fez exalar, relaxado.

– Me dê seu celular. – O homem deu a ele uma ordem sem qualquer compromisso enquanto ainda pressionava Haiqing contra a parede usando seu corpo. Eles estavam tão próximo um do outro que Haiqing poderia o beijar em qualquer parte que desejasse, como se estivesse se entregando para a pessoa que amava. – Você tirou fotos minhas escondido mais cedo?

O homem tinha pegado o celular que Haiqing lhe entregou e quando mexeu para tirar a tela de bloqueio ele foi direto para sua galeria já que ele não tinha uma senha para se prevenir. Quando a tela de bloqueio desapareceu uma foto inteira ocupou a tela, então Yan Fei riu e disse: – Eu sabia. Você tirou umas muito boas.

Depois que ele viu as outras fotos dele, ele saiu da galeria e foi para os contatos, onde colocou seu número e seu nome, salvou o contato e finalmente lhe devolveu o celular. Aquilo foi tão rápido que Haiqing mal pôde ver o que aconteceu.

– Esse é meu número, me ligue quando tiver tempo. – Ele sorriu de forma sexy e voltou a beijá-lo. O calor que antes tinha diminuído por causa da pausa voltou mais uma vez, mas daquela vez não durou muito para alimentar os sonhos de alguém. O beijo não teve pausa e só teve fim quando o homem saiu do chuveiro.

Haiqing, que tinha acabado de sair de uma seção de prazer, conseguiu colocar o celular numa cesta que tinha ali do lado. Ele queria lavar seus pensamentos com a água quente do chuveiro. Ele não conseguia entender como tinha conseguido um beijo tão intenso e quente com um homem que ele apenas tinha acabado de conhecer, e o que mais surpreendeu ele foi … ele não tinha odiado aquilo de forma alguma.

Ele gentilmente fechou a boca e levantou o rosto, deixando a água cair direto em sua cara. Cercado por água e vapor quente, ele continuou a pensar no beijo que tiveram, nos toques, no calor e na luxúria compartilhada. Do lugar onde estava, o azulejo azul marinho se tornou um fragmento de miragem que permaneceu em seus olhos.